São João do Piauí, 22 de julho de 2017
545cbf8f9ad3ba6e43450ec2_banner_topo.jpg
545cd42a9ad3ba6e434510c8_barra_superior.jpg 545cd48047ecb9ba42ae3ebc_linha_superior.jpg

CIDADES

Presidente da APPM tem opinião indiferente ao reajuste do piso salarial dos professores

Muita gente quer saber qual será a opinião do novo presidente da APPM em relação ao reajuste do piso dos professores,  e qual orientação o prefeito de São João do Piauí tem a repassar para os demais associados.


Como prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos, tem travado brigas constantes com diversas categorias, principalmente agentes comunitários de saúde e professores. Todos os anos os professores do município lutam para garantir os seus direitos assegurados em lei, mas o prefeito demonstra falta de sensibilidade com a causa, com isso professores paralisam e ameaçam greve por tempo indeterminado. 

 

No portal da APPM, com conteúdo coordenado em primeira instância pelo novo presidente, uma matéria questiona sobre os impactos do aumento, comprometimento do Fundeb com folhas de pagamentos e a grande expansão do aumento nos últimos anos, em nenhum momento o presidente fala sobre a importância do reconhecimento da categoria, a necessidade de ter seus direitos garantidos, o que indica que Gil Carlos tem posicionamento indiferente ao reajuste do piso salarial dos professores.


Com a publicação da Portaria 31 do dia 12 de janeiro de 2017, que institui o reajuste do novo Piso Nacional do Magistério, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) esclarece aos gestores que, em algumas situações, o novo índice não precisa necessariamente ser concedido pelos governos municipais aos seus professores e nem mesmo ser concedido neste mês de janeiro.


A Portaria com o aumento foi publicada na sexta-feira, 13 de janeiro, no Diário Oficial da União. A CNM explica que, se o Município pagou mais do que o valor do piso no ano anterior, o reajuste pode ser concedido com percentual menor. Já no caso de o Município ter pago abaixo do piso, o reajuste será maior.


Por fim, a CNM explica ainda que não é permitido ao Município o pagamento do Piso referente a um vencimento inicial da carreira que seja inferior ao piso nacional para professores com formação em nível médio na modalidade normal.


Valores
O novo Piso Nacional do Magistério foi anunciado no último dia 12 de janeiro, durante entrevista do Ministro da Educação (MEC), Mendonça Filho. Na oportunidade, a Pasta divulgou o reajuste de 7,64% do piso salarial nacional do magistério público da educação básica para 2017.


Com isso, o valor passa dos R$ 2.135,64 em 2016 para R$ 2.298,80 em 2017, a ser pago aos profissionais com formação em nível médio, na modalidade normal, para a jornada de 40 horas semanais.


Veja os valores do reajuste de acordo com a carga horária.

Fonte: Informações CNM / 

Em 16/01/2017 - 10h38

CONTATO
546a3d684e26f780049e8303_logo-topo.png
Pé de Figueira
Rua Sabino Paulo, 696 – Centro
São João do Piauí
Cep: 64760-000
Tel/Fax: (89) 3483-1607
E-mail: redacao@pedefigueira.com.br
INSTAGRAM

use a tag #pedefigueira para sua foto aparecer aqui.