Bom dia! São João do Piauí, 24 de outubro de 2017
545cbf8f9ad3ba6e43450ec2_banner_topo.jpg
545cd42a9ad3ba6e434510c8_barra_superior.jpg 545cd48047ecb9ba42ae3ebc_linha_superior.jpg

MUNDO

Em NY

emer vai à reunião da ONU e janta com Trump

A visita de Temer tem como principal objetivo o discurso na abertura da Assembleia Geral da ONU, na terça-feira — uma tradição brasileira em homenagem a Osvaldo Aranha, diplomata que primeiro presidiu uma Assembleia Geral.
 
                  

Nesta segunda-feira, Temer se encontra com o presidente americano Donald Trump para um jantar, ao lado do mandatário colombiano Juan Manuel Santos.

Temer é um político tido como isolado no cenário internacional e jantar com Trump e Santos pode ser uma boa maneira de elevar não só sua própria imagem como também a do Brasil em meio à crise política. O presidente também aproveita a segunda-feira para se encontrar com investidores internacionais.

O isolamento de Temer foi marcado por alguns casos, como quando decidiu de última hora ir à reunião do G20 ou quando o vice-presidente americano Mike Pence deixou o Brasil de fora de uma turnê pela América Latina no início de agosto.

A baixa aprovação de Temer, que chegou a 5% em julho segundo o Ibope, e o tempo curto de governo diminuem o interesse de outros líderes internacionais.

Na mesa de jantar, um assunto central deve ser a Venezuela, que passa por severas crises democrática e econômica. Os Estados Unidos têm cada vez mais encampado sanções ao país.

Quando esteve na Argentina, Pence chegou a dizer que "a América Latina pode fazer mais para aumentar a pressão sobre a Venezuela” e que era "preciso aumentar a pressão diplomática’’.

Mas, entre uma garfada e outra, Temer deve tentar puxar Trump para discutir o comércio entre os dois países. Se no final do ano passado, Temer ligou para Trump oferecendo abertura de mercado, o panorama hoje é bem diferente.

Depois da deflagração da operação Carne Fraca, da Polícia Federal, os Estados Unidos deixaram de importar carne in natura do Brasil — que agora também impõe restrições ao etanol de milho, importado dos americanos. Trump tem a política de proteger o mercado americano e as conversas tendem ser difíceis para os interesses brasileiros.

Fonte: G1 / 

Em 18/09/2017 - 09h20

CONTATO
546a3d684e26f780049e8303_logo-topo.png
Pé de Figueira
Rua Sabino Paulo, 696 – Centro
São João do Piauí
Cep: 64760-000
Tel/Fax: (89) 3483-1607
E-mail: redacao@pedefigueira.com.br
INSTAGRAM

use a tag #pedefigueira para sua foto aparecer aqui.