São João do Piauí, 27 de julho de 2017
545cbf8f9ad3ba6e43450ec2_banner_topo.jpg
545cd42a9ad3ba6e434510c8_barra_superior.jpg 545cd48047ecb9ba42ae3ebc_linha_superior.jpg

POLÍTICA

Juiz decidiu

Justiça arquiva investigação de delação da Odebrecht contra FHC

A Justiça de São Paulo arquivou o pedido de investigação envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), com base no desmembramento da lista do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, elaborada a partir da delação de Emílio Odebrecht.

Em despacho assinado nesta quarta-feira, o juiz federal substituto da 8ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Márcio Assad Guardia, determinou o arquivamento do caso por reconhecer a prescrição da pretensão punitiva estatal – ou seja, o estado perdeu o direito de punir FHC porque o fato relatado é muito antigo.

Em depoimento à força-tarefa da Lava-Jato,  Emílio contou que FHC lhe solicitou ajuda financeira quando concorreu ao Senado, na década de 1980, e nas duas vezes em que disputou a Presidência da República (1993 e 1997). Os pedidos foram atendidos – e o repasse de recursos ocorreu "por dentro” e "por fora”. "Com certeza teve ajuda de caixa oficial e não oficial. Se ele soube ou não (do caixa 2), eu não sei”, disse Emílio.

O juiz acolheu manifestação da Procuradoria da República e levou em conta o prazo prescricional máximo de 20 anos. Como FHC tem mais de 70 anos, Guardia derrubou o prazo pela metade e declarou extinta a punibilidade de FHC.
 
Segundo Flávia Rahal, que defende o ex-presidente, não há qualquer indício de que FHC tenha cometido algum crime ou recebido vantagens nas campanhas à Presidência da República.  "O próprio Emílio Odebrecht inocenta na delação Fernando Henrique, ao declarar não ter constatado nada de ilícito”, disse.

Segundo a advogada, o delator nunca "relatou pagamentos de valores não contabilizados” envolvendo FHC. "Não houve a indicação de nenhum fato que justificasse uma investigação porque a fala do delator não aponta nada, não descreve nada e isenta o ex-presidente”, afirmou a advogada. "Nunca houve imputação de qualquer crime ao ex-presidente.”

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: MSN / 

Em 06/07/2017 - 07h10

CONTATO
546a3d684e26f780049e8303_logo-topo.png
Pé de Figueira
Rua Sabino Paulo, 696 – Centro
São João do Piauí
Cep: 64760-000
Tel/Fax: (89) 3483-1607
E-mail: redacao@pedefigueira.com.br
INSTAGRAM

use a tag #pedefigueira para sua foto aparecer aqui.